domingo, 20 de setembro de 2015

Jovem estudante de Jequié representa a Bahia em Brasília

Tamires Barreto, jequieense no Parlamento Jovem Brasileiro (calça amarela)
Os seis novos deputado federais jovens da Bahia desembarcaram em Brasília neste domingo, 20/09, para representar o estado na 12ª edição do Parlamento Jovem Brasileiro 2015. Eles foram selecionados para serem jovens parlamentares durante uma semana, representando seus estados através da elaboração de Projetos de Lei no âmbito Nacional.

Para participar do Parlamento Jovem, o estudante deve cursar ensino médio ou ensino superior, ter de 16 a 22 anos e elaborar um projeto de Lei que passará por bancas examinadoras nos seus estados e logo depois por uma comissão formada na Câmara dos Deputados. Entre os seis jovens da Bahia, cinco são do Colégio Piatã, em Salvador.  Mas este ano o destaque é Tamires Barreto, a única representante do interior baiano, natural de Jequié e estudante do 3º ano no Colégio Estadual Professora Faraildes Santos, no bairro do Curral Novo, de onde já saíram outros dois deputados jovens para o PJB: em 2010, Rafael Aragão, pioneiro de Jequié e toda a região sudoeste, que atualmente é diretor de Juventude no município e, em 2012, Vanessa Pereira,

Os jovens estudantes e deputados jovens passarão uma semana em Brasília-DF, conhecendo de perto a vivência de um deputado federal e sua atuação nas comissões e no plenário da Ulysses Guimarães. A jovem parlamentar de Jequié elaborou projeto de Lei baseado em estudos e um exemplo da edição de 2010, que trata do desenvolvimento de politicas públicas para jovens infratores, viabilizando através de cursos técnicos e de capacitação a recondução deles à vida natural na sociedade. 

"Torcemos que Tamires Barreto se destaque em Brasília nesses dias e possa conseguir aprovar seu importante projeto de Lei, que poderá beneficiar os jovens brasileiros que cometerem atos infracionais, onde eles terão a chance de serem recuperados, primeiramente pela misericórdia de Deus e depois pelo desenvolvimento de ações, através das capacitações e cursos técnicos", conclui Rafael Aragão, que também é blogueiro. 

Nenhum comentário: