sábado, 25 de abril de 2015

PSC sai na frente na corrida pela prefeitura de Jequié

Enquanto grupos tradicionais se articulam nos bastidores do poder, o Partido Social Cristão (PSC) lota a Câmara de Vereadores em seminário sobre o Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano, o PDDU de Jequié.
 
O evento foi realizado na última quinta, dia 23, e contou com a participação de representantes do comércio, da indústria, da comunidade acadêmica, de igrejas, do meio político e da imprensa. Foi o 1º de um ciclo de 6 encontros para discutir a cidade de Jequié a partir do PDDU, que é o documento básico de desenvolvimento do município.
 
No seminário estavam presentes 4 dos possíveis candidatos do PSC à prefeitura de Jequié: o vereador Josué Menezes (atualmente no PTC), o empresário Marcel Rodeiro, o professor Paulo Vasconcelos e o contabilista Verivaldo Santana, que foi o palestrante.
 
Ex-diretor de Tributos de Jequié e atual presidente da ACIJ (Assossiação Comercial e Industrial de Jequié), Verivaldo tratou dos principais pontos do PDDU, dando ênfase a algumas questões críticas para a Administração Municipal, como ocupação do solo, educação, saúde e trânsito. Após a palestra, o professor Jorge Barros, da Uesb, conduziu o debate, franqueando a palavra aos participantes. 
 
Josué Menezes considerou o seminário uma "brilhante iniciativa" do PSC, parabenizando tanto o partido quanto o palestrante.
 
O radialista Júnior Cajaíba, diretor da Rádio Cidade FM, comprometeu-se em divulgar o PDDU em sua emissora.
 
Para Antônio Rocha, presidente do diretório local do PSC, é preciso mudar a gestão da cidade. Ele foi incisivo na cobrança por segurança pública.
 
Os vereadores Chico de Alfredo e Ivan do Leite também participaram do evento. Chico disse que as leis municipais não são praticadas e o PSC está dando sua parcela de contribuição na mudança desse cenário.
 
Jorge Barros finalizou o evento citando uma frase de George Washington, primeiro presidente dos Estados Unidos: "É impossível governar bem sem Deus e sem a Bíblia".
 
O texto do atual PDDU prevê sua atualização em 2017, quando completa 10 anos. Neste aspecto, é a comunidade jequieense que puxa a discussão, mostrando que o povo participa, sim, da vida política da cidade.

James Meira, com fotos de Valter Sandoval




 
 

Nenhum comentário: