segunda-feira, 16 de março de 2015

O verde e o amarelo venceram o vermelho

Manifestante de Salvador representa o sentimento dos brasileiros. (Foto: Betto Jr) 
A turma de Lula e Dilma fez a aposta de que levaria para as ruas na sexta-feira, 13, um número tão grande de pessoas que tornaria a manifestação do domingo, 15, um fiasco.

Pois é. Os protestos de sexta passaram sem deixar rastro. Já as manifestações de ontem, 15 de Março, entraram para a história como a maior mobilização espontânea de brasileiros jamais vista num único dia.

Não foi, como taxavam os governistas, uma tentativa de terceiro turno. A bem da verdade, os vermelhos da CUT, Psol, PC do B e PT fizeram, eles sim, a caracterização partidária a que estão acostumados. Insistiram na tese absurda de que os adversários queriam ganhar no grito o que perderam nas urnas. Tentaram, em vão, convencer a opinião pública de que havia uma conspiração para acabar com a Petrobrás. Chamaram o pedido de impeachment de golpe.

No 15 de Março, no entanto, não havia um partido politico sequer para alimentar-lhes o devaneio da disputa eleitoral. A maioria dos líderes da oposição ficou em casa, sem interferência significativa. Aécio limitou-se a aparecer na janela de seu apartamento vestido com a camisa da seleção, com uma criança no colo.

Enfim, o que se viu nas ruas do país foram dois milhões de brasileiros indignados com a corrupção institucionalizada nos governos petistas. Pobres e ricos, brancos e pretos, trabalhadores e patrões dividiam o mesmo espaço pacificamente, sem quebra-quebra e sem máscaras, num despertar coletivo de consciências.

Para quem quis apostar, eis o resultado: uma vitória retumbante do verde e do amarelo, cores que alegram o nosso maior símbolo, a bandeira nacional.

Uma defesa apaixonada e apartidária do Brasil.

James Meira

A massa verde-amarela na Paulista. Um protesto sem vermelho (Foto: Hélvio Romero/Estadão)
1 milhão de verde-amarelos na Avenida Paulista, em São Paulo. (Foto: Hélvio Romero - Estadão)

 
Em Salvador, houve protestos de manhã e a tarde (Foto: Betto Jr. - Correio da Bahia)
 

Jequieenses se manifestaram contra Dilma (Foto: Sandoval, o Protestante - Facebook)

Nenhum comentário: